livro

André Barreto fala em vídeo sobre seu livro “Manual Jurídico da Escravidão”

menos de 1 minuto André Barreto Campello, Procurador da Fazenda Nacional, fala sobre seu livro “Manual Jurídico da Escravidão – Império do Brasil” O Manual Jurídico da Escravidão apresenta de forma simples e sistematizada, mas não superficial, a estrutura do instituto jurídico da escravidão dos negros no Brasil durante o século XIX e responde inúmeras questões como quando se iniciou a escravidão no Brasil? O escravo era uma coisa ou uma pessoa? Ele poderia ser processado criminalmente? Seria possível o cativo adquirir patrimônio ou Continue lendo

Nove Clássicos do Desenvolvimento Econômico, de Fernanda Cardoso

Respaldada nessa premissa, Fernanda Cardoso reúne as contribuições de nove autores considerados fundamentais sobre o desenvolvimento econômico – Paul Narcyz Rosenstein-Rodan, Hans Wolfgang Singer, Ragnar Nurkse, William Arthur Lewis, Albert Otto Hirschman, Gunnar Myrdal, Michal Kalecki, Raúl Prebisch e Celso Furtado – em sua mais recente obra, “Nove Clássicos do Desenvolvimento Econômico”.

Contos de Fadas e Desenvolvimento Psicossexual: O que pensam e dizem as crianças, o que fazem os professores

A pedagoga Eritânia Silmara de Brittos e a psicóloga Giseli Monteiro Gagliotto relatam em sua obra Contos de Fadas e Desenvolvimento Psicossexual: O Que Pensam e Dizem as Crianças, o Que Fazem os Professores questões sobre a sexualidade infantil e o desenvolvimento psicossexual da criança por meio do estudo de histórias relatadas em contos de fadas.

O Itinerário Pioneiro do Urbanista Attílio Corrêa Lima, de Anamaria Diniz

O Itinerário Pioneiro do Urbanista Attílio Corrêa Lima, de Anamaria Diniz

Attílio Corrêa Lima nasceu em Roma, Itália, em 1901. Foi urbanista, arquiteto, designer e paisagista. Em sua trajetória acadêmica, primeiro foi aluno livre nos cursos de pintura, escultura, gravura e arquitetura da Escola Nacional de Belas Artes (Enba), em 1919, quando tinha 18 anos. Depois, em 1920, torna-se aluno regular do curso de Arquitetura. E em 1925 conclui o curso, diplomando-se.

Glauber Rocha para todos: livro resgata processo criativo do mais famoso cineasta brasileiro.

Glauber Rocha para todos: livro resgata processo criativo do mais famoso cineasta brasileiro.

“Uma ideia na cabeça e uma câmera na mão”. A célebre frase atribuída a Glauber Rocha muita gente conhece. Mas, o que de fato se passava em sua cabeça? Como funcionava o processo criativo do cineasta brasileiro mais conhecido internacionalmente? É com o propósito de trazer à luz essa trajetória, em especial para as novas gerações, que chega ao mercado em junho “Glauber Rocha: Cinema, Estética e Revolução”, de Humberto Pereira da Silva, editado pela Paco Editorial.

“Todos na Produção”

“Todos na Produção”

A Paco Editorial disponibilizou em sua plataforma on-line mais uma obra inovadora e instigante, cujo título é Todos na produção: um estudo etnográfico das narrativas sônicas e raps em espaços urbanos populares. O livro, que possui 300 páginas, é de autoria de Luana Zambiazzi dos Santos.