fbpx
Recife_e_sua_governabilidade
Conteúdos Paco,  Serviço

A Câmara e o (des)governo municipal

O cotidiano das cidades brasileiras atuais é complexo e tem problemas mil. Não raro, perguntamos onde estão as autoridades responsáveis pela administração local e como chegamos a este aquele contexto atual. Por vezes, dizemos: quem manda na cidade? A quem pertence sua gestão pública? Quem são os responsáveis por ordenar e administrar seus espaços? Seus “problemas” são peculiaridades da atualidade? Pois bem, muitas das questões que agora colocamos são históricas e podem ser compreendidas à luz dos estudos sobre as ações do homem no tempo. A partir de tal reflexão, propus uma pesquisa no campo das ciências humanas e escrevi o livro “A câmara e o (des)governo municipal: administração e civilidade no Brasil Imperial (Recife, 1829-1849)”.
A obra conta sobre o dia-a-dia da cidade do Recife e sua governabilidade; narra como os moradores viviam no espaço urbano e interagiam com as autoridades camarárias; discorre sobre os problemas urbanos sob os cuidados dos vereadores, indivíduos que eram eleitos pelo voto direto, não recebiam salários, mas tinham que dar respostas e soluções para a boa governança e civilidade da cidade.
No texto, o leitor poderá entender melhor como se dava a administração municipal em interação com o corpo social. Verá que os vereadores buscavam estabelecer limites à sociedade, fiscalizar o cotidiano citadino e proibir aqueles costumes considerados como desordem sociais. Por seu turno, o livro também mostra as práticas cidadãs dos recifenses em busca, talvez, por melhores condições de vida e subsistência. No limite, o texto traz as manifestações políticas dos habitantes da cidade e aponta como eles influenciavam diretamente nos destinos do governo camarário.

Texto de Dr. Williams Andrade de Souza

A Câmara e o (des)governo municipal: administração e civilidade no Brasil Imperial (Recife, 1829-1849), apresenta uma pesquisa sobre a história da Câmara e do governo municipal no Brasil, considerando o período Imperial e com um recorte histórico da Câmara de Recife. A partir da análise de documentos e de vasta bibliografia, a referida obra apresenta estudo sobre as características do poder local, assim como as ações dos seus agentes em exercício administrativo, considerando como já citado, o município de Recife no período entre 1829 e 1849. Trata-se de uma importante contribuição para histografia brasileira e pernambucana.

COMPRAR

Achou interessante? Acompanhe nosso blog para ficar por dentro das novidades!

Livros com 30%OFF

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.