fbpx
Arte_fatos
Conteúdos Paco,  Paco na Imprensa

Estudantes estrangeiros são recebidos com palestras sobre principais serviços oferecidos na UnB

Estudantes de diferentes países foram recebidos na Universidade de Brasília na última sexta-feira (10). Organizada pelo Decanato de Ensino de Graduação (DEG), a recepção aos alunos do Programa Estudante Convênio de Graduação (PEC-G) ocorreu no Auditório Azul da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas (Face) da UnB.

O PEC-G oferece a estudantes estrangeiros de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos culturais e educacionais a oportunidade de cursar a graduação no Brasil. Atualmente, 44 estudantes africanos, 26 latinos ou caribenhos e uma aluna do Timor Leste, país da Ásia, estudam na UnB pelo programa.

No encontro, os estudantes puderam conhecer os principais serviços oferecidos na UnB e tirar dúvidas relacionadas à vida estudantil durante o período do programa. Representantes da Divisão de Cooperação Internacional do Ministério das Relações Exteriores (MRE) também estiveram presentes para conversa com os estudantes. As principais dúvidas eram relacionadas aos serviços da Diretoria de Desenvolvimento Social da Universidade (DDS) e questões envolvendo o MRE.

O assistente em administração Rogério Almeida, da Diretoria de Acompanhamento e Integração Acadêmica do Decanato de Ensino de Graduação (Daia/DEG), destacou a importância de os alunos seguirem as regras do programa e, em caso de dúvidas, não hesitarem em buscar ajuda no DEG. Ele conta ser muito comum os discentes estrangeiros terem, no início do curso, dificuldades com a língua e com a carga de leitura.

Os estudantes PEC-G concorrem à bolsa Mérito do Itamaraty. Em 2015, três deles foram contemplados. Como resultado desse acolhimento e acompanhamento, em 2019 o número aumentou para 24 bolsas. “A UnB foi a universidade no Brasil com maior quantidade de estudantes selecionados naquele ano”, observou Rogério.

Publicidade

Atenção à saúde

Diversas ações para cuidado, promoção da saúde e fortalecimento de vínculos são oferecidas na UnB. O Núcleo de Apoio e Vigilância em Saúde (Navs), ligado à Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária (Dasu/DAC), é o local onde os estudantes podem receber o primeiro atendimento. O posto fica no ICC Sul, ao lado da agência da Caixa Econômica Federal.

Por meio da Dasu, os estudantes também contam com serviço de acolhimento psicossocial, de intervenção em crise, acompanhamento psicoterapêutico, atendimentos em grupo, nutricional e encaminhamentos para redes externas, quando necessário. Para ser atendido, é preciso enviar e-mail para a Coordenação de Atendimento Psicossocial (Coap).

Acessibilidade

A Diretoria de Acessibilidade (Daces) oferece diversos projetos e atividades de inclusão e acessibilidade para toda a comunidade acadêmica com deficiência, como transporte inclusivo mediante agendamento prévio e introdução de mobiliário adaptado nos espaços.

Centro de convivência negra

A comunidade negra da UnB conta com espaço de apoio, para estudo e reuniões, onde é possível obter informação e orientação sobre programas de ensino, pesquisa e extensão, atividades culturais e esportivas.

Assuntos acadêmicos

O setor é responsável por executar uma série de rotinas acadêmicas, do registro e matrícula em disciplinas à emissão do diploma. A SAA possui postos avançados espalhados pelos campi onde os estudantes podem obter informação sobre processos acadêmicos e documentos escolares. Parte do atendimento pode ser feito de modo remoto.

Acompanhamento acadêmico

Monitorias, tutorias, estágios, auxílio para compra de material necessário aos estudos e para participação em eventos são algumas das atividades sob responsabilidade da Diretoria de Acompanhamento e Integração Acadêmica (Daia).

Desenvolvimento social

Estudantes em vulnerabilidade social podem buscar auxílio na Diretoria de Desenvolvimento Social do Decanato de Assuntos Comunitários (DDS/DAC), que funciona no Bloco de Salas de Aula Eudoro de Sousa (Baes), das 7h30 às 19h30. Os estudantes passam por avaliação socioeconômica para se cadastrarem nos programas e receberem as bolsas.

Fonte: UnB Notícias

Gostou? Clique no link para mais informações!

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.