fbpx
Dia Nacional dos Profissionais da Educação
Artigos

Dia Nacional dos Profissionais da Educação

Provavelmente você já esteve lado a lado ou frente a frente com um profissional da educação. Aquele que lhe ensinou a ler, escrever, realizar cálculos básicos e o fez crescer profissionalmente e como cidadão. Aquele que, sem dúvidas, não mediu esforços para dar assistência e formação para as novas gerações, e que despertou sua paixão pelo conhecimento e por livros.

Ah, os livros!

Aqueles que lemos com tanto carinho, afinal, sempre vem de uma indicação de nossos mestres, não é mesmo? Folheamos cada página, sentimos o cheiro de livro novo, fazemos anotações para mais tarde tirar dúvidas com os nossos professores e eles sempre estão lá, prontos para auxiliar.

Sim, todos já tivemos um profissional da educação junto de nós e deveríamos homenageá-los todos os dias, em especial no próximo dia 06 de agosto, quando comemoramos por lei o “Dia Nacional dos Profissionais da Educação”.

A data comemorativa está prevista na Lei 13.054/14 e surgiu com o intuito de valorizar a categoria e os profissionais da educação. A lei foi sancionada ainda no governo da presidente Dilma Rousseff e teve como autor do projeto o deputado Vicentinho (PT-SP).

É necessário destacar que ao falarmos de “Profissionais da Educação” englobamos todos os docentes que lecionam na educação infantil, ensino fundamental e médio, e na educação superior. Este adendo está previsto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

Qual o cenário dos profissionais da educação?

O último censo disponibilizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresenta cerca de 2,1 milhões de docentes no Brasil, apenas na Educação Básica. O dado é de 2014, mas nos faz perceber o quão grande é o universo dos profissionais da Educação. Em 2017, o número de professores aproximava-se de 2,5 milhões apenas na Educação Básica e destes 340 mil estavam atuando.

Os dados divulgados pelo Inep e publicados pela Agência Brasil revelam ainda que dos profissionais que estavam em sala de aula, 4,3 possuíam diploma superior; 65,4 mil possuíam especialização e 128,4 mil possuíam mestrado. Dos 340 mil atuantes, apenas 10 não possuíam graduação na área.

Para além de números, é necessário ressaltar o papel do profissional da educação, principalmente no momento atual que vivenciamos, de pandemia. Um trabalho dobrado, de casa e se adequando às rotinas e a um novo modo ministrar aulas. Um longe ainda mais perto.

O trabalho excepcional dos Profissionais da Educação na pandemia

Reconstruir-se! Talvez esta seja a palavra que defina o que cada profissional da educação precisou fazer durante a pandemia. As aulas presenciais foram canceladas e todo o sistema educacional migrou para as plataformas online.

Formas para se adequarem e enfrentarem a falta da tecnologia foram encontradas pelos profissionais, bem como o auxílio quase em tempo integral aos alunos que pouco a pouco ingressaram neste novo estilo de aprender.

Um novo conhecimento foi buscado pelos profissionais. Um mergulho ainda maior do que já havia em livros, leituras, sempre para aprender cada vez mais e repassar este conhecimento aos alunos.

Sem dúvidas, neste Dia Nacional dos Profissionais da Educação, todo o nosso reconhecimento está voltado a eles.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *