fbpx
(Release) O ATEÍSMO NO BRASIL - OS SENTIDOS DA DESCRENÇA NOS SÉCULOS XX E XXI
Releases

(Release) O ATEÍSMO NO BRASIL – OS SENTIDOS DA DESCRENÇA NOS SÉCULOS XX E XXI


O livro “O Ateísmo no Brasil: Os Sentidos da Descrença nos Séculos XX e XXI” é o mais recente lançamento do autor Ricardo Oliveira da Silva, através da editora Paco Editorial. A obra é um estudo dos fatores históricos que levaram à construção do ateísmo em solos brasileiros, entre o séc. XX e o início do séc. XXI.


Sinopse: Em “O ateísmo no Brasil: os sentidos da descrença nos séculos XX e XXI”, é apresentado um estudo sobre o tema na história brasileira. Uma obra que pesquisa os significados históricos atribuídos ao ateísmo desde o início do século XX até o começo do século XXI. Atualmente, o ateísmo tornou-se um elemento de construção identitária e de ativismo político, mobilizando setores da sociedade na luta contra a discriminação dirigida aos ateus e ateias e na defesa de instituições públicas laicas como prevista pela Constituição Federal de 1988. Esta publicação busca atender a pesquisadores e interessados pelo tema no Brasil.


Hoje em dia, o ateísmo, bem como a religião, é usado como elemento que compõe a identidade de uma pessoa e a de um povo. Ateus e ateias lutam, atualmente, por exemplo, por instituições públicas laicas, como é previsto em lei, pela Constituição Federal de 1988, mas pouco visto na realidade.

Além disso, usam a questão também como pauta de seu ativismo político, no país.

A obra, publicada em 2020 e dividida em quatro grandes e completos capítulos, visa a atender as demandas de estudiosos e de pesquisadores do assunto.

A primeira parte da publicação se trata da explicação para os leitores do conceito de ateísmo e as suas raízes brasileiras. Não à toa, é chamada de “Ateísmo e Historiografia”.

Em seguida, no segundo capítulo “O Ateísmo no Anarquismo brasileiro”, o autor nos apresenta as vertentes anticlericais do ateísmo, assim como as influências de movimentos anarquistas. Uma delas, com destaque na obra, é o Jornal “A Lanterna”.

Já no terceiro momento, chamado de “O Ateísmo no Marxismo Brasileiro”, Ricardo Oliveira da Silva nos leva a entender o ateísmo nas perspectivas de Marx e Engels, dois dos principais pensadores mundiais.

Ainda nessa parte, é apresentada a relação entre o Partido Comunista do Brasil (PCB) e a história do movimento. Por fim, encontramos os pensamentos de importantes intelectuais e comunistas brasileiros, sobre a descrença.

O último capítulo da obra, intitulado “O Ateísmo Brasileiro no Início do Século XXI”, entendemos como o movimento ateísta enfim floresceu. O autor conta, ainda, sobre a criação da Revista Ateísta, além de falar sobre questões sociais e políticas, que se tornaram pauta nas últimas décadas, como preconceito, identidade, ativismo, laicidade, ética e feminismo.

Ricardo Oliveira da Silva é mestre e doutor em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, além da graduação, também em História pela Universidade Federal de Santa Maria.

O autor possui outras publicações bibliográficas recentes em espaços renomados do ramo, como a “Revista História: debates e tendências”, “Revista História em Reflexão” e “Revista Brasileira de História e Ciências Sociais”. Ricardo também possui ampla atuação em universidades, como orientador e participação em bancas.

A Paco Editorial foi fundada em 2009, com o objetivo de ser um canal de difusão da produção científica brasileira. Ao longo dos anos, lançou importantes títulos de várias áreas, através de conteúdos técnicos, científicos e profissionalizantes para professores e estudantes, tanto da graduação, como de pós-graduação.

A distribuição dos conteúdos da Paco Editorial é feita para livrarias universitárias, eventos acadêmicos e as principais plataformas online. A editora, durante sua trajetória e publicação de mais 1500 obras, já foi contemplada com o Prêmio Jabuti, pelo segundo lugar, na categoria Comunicação, em 2017.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.