fbpx
Dia Nacional do Folclore!
Artigos

Dia Nacional do Folclore

Celebrado em 22 de agosto, o Dia Nacional do Folclore passou a ser comemorado no Brasil a partir de 1965, com o objetivo de preservar o patrimônio folclórico do país, homenageando os seus personagens e histórias, além de fomentar os estudos nessa área.


Manifestações folclóricas representam a cultura popular, sendo parte da identidade cultural e social de um povo. Com isso, entram em cena:

– Costumes;

– Crenças;

– Mitos;

– Contos;

– Lendas;

– Literatura;

– Artesanato;

– Festas;

– Músicas;

– Danças;

– E tudo o que envolve os conhecimentos populares de uma cultura ou região.

Sendo assim, o folclore é um importante movimento de preservação da cultura regional, sendo considerado pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial.

Origem do Folclore Brasileiro

Principais folcloristas brasileiros e estudiosos desse tema foram Mário de Andrade (1893 – 1945), Renato Almeida (1895 – 1981) e Luís da Câmara Cascudo (1898 – 1986) que, no século XX, disseminaram o conceito de folclore e sobre a cultura popular no Brasil.

Folclore brasileiro é resultado principalmente da miscigenação de três povos: indígena, africano e português, além das influências culturais de imigrantes de outras regiões do mundo. E, com essa rica fusão de culturas, cada parte do Brasil se identifica com certos aspectos do nosso folclore, enquanto se diferencia de outros.

Folclore brasileiro contempla festas, comidas, músicas, brincadeiras, danças etc. Dentre as manifestações folclóricas mais populares, estão:

– Carnaval;

– Festa Junina;

– Frevo;

– Maracatu;

– Cantigas de Roda;

– Folia de Reis;

– Catira;

– Bumba Meu Boi;

– Afoxé;

– Quadrilha.

E, por sua vez, os principais personagens do folclore brasileiro são: Saci-pererê, Cuca, Iara, Boitatá, Caipora, Boto-cor-de-rosa, Mula-sem-cabeça, Bicho-papão, Lobisomem, Negrinho do Pastoreio e Mãe d’Água.

Dia Nacional do Folclore

A primeira Sociedade do Folclore (Folklore Society) foi criada em Londres em 1878, quando se promoveu uma série de debates, com o objetivo de estabelecer os fundamentos do folclore, impulsionando os estudos sobre o assunto em outras regiões da Europa e nos Estados Unidos.

No Brasil, os estudos sobre o folclore foram iniciados anos mais tarde e teve como um dos protagonistas o estudioso, historiador e antropólogo Luís Câmara Cascudo, autor de mais de 150 livros. Então, em 1951, aconteceu o primeiro evento sobre o tema no País, que foi o I Congresso Brasileiro de Folclore, no Rio de Janeiro.

O Dia Nacional do Folclore foi oficializado por meio de decreto assinado pelo então presidente Humberto Castello Branco, em 17 de agosto de 1965, legitimando, assim, a comemoração do folclore brasileiro em 22 de agosto.

Curiosidades sobre o folclore

Você sabe de onde veio a palavra folclore e por que a sua comemoração acontece no dia 22 de agosto?

Basicamente, a palavra folclore é a junção dos termos “folk” (povo) e “lore” (saber), de origem saxônica. E, por isso, “folklore” significa o saber do povo, ou sabedoria popular, sendo, então, adaptado no Brasil para “folclore”.

Já a data da comemoração, corresponde ao dia em que a palavra folklore foi lançada pelo arqueólogo William John Thoms, em seu artigo publicado no jornal londrino “O Ateneu”, em 22 de agosto de 1846. Interessante, não é?

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *