fbpx
Agenda_blog
Conteúdos Paco,  Paco na Imprensa

Seminário vai debater ‘convivência’ com o coronavírus e perspectivas da pandemia

A comunidade da UFMG se reunirá na próxima quarta-feira, dia 2, a partir das 14h, para acompanhar uma discussão sobre as perspectivas da pandemia de covid-19, que está prestes a completar dois anos. Organizado pelo Comitê Permanente de Enfrentamento do Novo Coronavírus na UFMG, o seminário “Como conviver com a covid? Impactos e perspectivas após dois anos de pandemia” será realizado em modelo híbrido: suas atividades ocorrerão de forma presencial no auditório da Reitoria (com capacidade máxima limitada de acordo com as restrições do protocolo de biossegurança) e transmitidas pelo canal da Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) YouTube.

O objetivo do evento é promover discussões sobre as variáveis relativas ao cenário da pandemia no Brasil e no mundo. “Já não é mais possível pensar em avanços e retrocessos em um plano de retorno, conforme foi pensado no início da pandemia: a perspectiva de futuro mudou, e percebe-se agora que precisaremos aprender a conviver com o novo coronavírus e a covid-19”, registram, na sinopse do evento, os integrantes do comitê, formado por especialistas de várias áreas.

“Esse evento foi concebido para que a comunidade universitária tenha a oportunidade de discutir os novos pactos sociais e parâmetros sanitários que precisarão ser elaborados para o atual contexto e possíveis cenários futuros, sempre em conformidade com as autoridades locais e os protocolos de biossegurança da Universidade”, afirma a reitora Sandra Regina Goulart Almeida. Ela destaca a amplitude das abordagens que serão levadas ao encontro pelos especialistas convidados. “Nossos professores que participarão do evento vêm acompanhando o estado da arte das pesquisas científicas sobre a covid-19 e poderão falar com propriedade sobre os diversos aspectos da pandemia, desde as perspectivas mais estritamente sanitárias até as preocupações éticas e com os efeitos sobre a saúde mental”, exemplifica a reitora. 

Com tradução simultânea em Libras, o evento, estruturado em duas mesas, será aberto pela reitora Sandra Goulart. Em seguida, a primeira mesa reunirá os professores Unaí Tupinambás, da Faculdade de Medicina, Flávio Fonseca, do ICB, e Tereza Kurimoto, da Escola de Enfermagem, para debater o cenário atual.

Com início previsto para 16h, a segunda mesa reunirá os professores Cristina Alvim, da Faculdade de Medicina e coordenadora do comitê, Dirceu Greco, também da Faculdade de Medicina, e Dawisson Belém Lopes, diretor adjunto de Relações Internacionais da Universidade. Esse encontro será mediado por Catarina Coelho, enfermeira do Departamento de Atenção à Saúde do Trabalhador (Dast) da UFMG.

Cenário
Em entrevista recente publicada no Portal UFMG, Cristina Alvim explicou que, no cenário que se desenha para 2022, com a vacinação avançada e com o descolamento entre incidência e gravidade dos casos de covid-19, não caberá mais a ideia de eventuais retrocessos nas etapas do planejamento de retorno às atividades presenciais. “O que pode ocorrer neste ano são movimentos de idas e vindas, avanços e recuos, marcados por suspensões temporárias de atividades presenciais em decorrência do monitoramento de casos. É uma medida que está prevista no plano e considera as incertezas sobre a evolução da pandemia. Sabemos como fazer e faremos, se necessário”, afirmou a professora.

Fonte: UFMG

Achou interessante? Clique aqui para saber mais.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.