fbpx
Para que serve a metodologia científica?
Artigos,  Conteúdos Paco

Para que serve a metodologia científica?

Autor: Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa

Revisado por: Grabrielle Fontes

Algumas pessoas acham a metodologia científica complicada e criam em suas mentes barreiras que podem prejudicá-las posteriormente. Principalmente quando há uma decisão de se graduar ou pós-graduar.

Precisamos desmistificar a metodologia científica.

A metodologia científica tem como função fornecer aos universitários o conhecimento indispensável para se produzir um bom conteúdo e com as regras e métodos mais adequados. Essa disciplina é extremamente fundamental na vida de qualquer aluno, pois ela indica a direção mais acertada a ser seguida. 

A maioria dos alunos fica questionando a sua necessidade no cotidiano, por isso é bom explicarmos o que ela é, de fato, sem rodeios. A metodológica científica é um conjunto de técnicas e processos que servem para a investigação de algum objeto de estudo. É a partir dela que conseguimos construir uma pesquisa sobre qualquer objeto do mundo natural ou teórico. Isso é possível porque a metodológica científica junta um “método” com uma “lógica”, isto é, um modo de ser fazer (“método”) e a sequência de raciocínios a ser seguida (“lógica”). 

– Professor, eu preciso disso para sobreviver?

– Sim! Precisa.

É essa matéria que define sua sobrevivência no curso ou não. Quando tudo chega ao fim e você se vê diante do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), são necessários além de boa vontade, métodos científicos que fundamentem o que você vai escrever e que te leve a concluir seus resultados de análise.

Mas, não o vejam como vilão, porque muito pelo contrário, essa disciplina vai te ajudar em muito a tirar o melhor proveito de uma leitura específica, a analisar e interpretar os fatos de maneira objetiva, além da vantagem de te encaminhar para produção de textos científicos. Tudo seguindo sempre as normas da ABNT, claro.

E por falar em interpretação, é extremamente necessária que ela seja adequada e de acordo com a observação dos dados e das informações coletadas. Em muitos estudos, é necessário antes de tudo observar, depreender as características e só então aplicar os métodos científicos. Por isso, a metodologia científica está sempre se modernizando, ganhando novos métodos, isto é, novas maneiras de se fazer a pesquisa; bem como novas lógicas, ou seja, novos modos de encadear e sistematizar as ideias. 

– Então, para que serve a metodologia científica, Prof. Marcos? 

 – Para simplificar processos complexos do nosso dia a dia, trazendo tecnologia e conhecimento à humanidade.Quer um conselho de um professor que sabe muito do que está falando?

Aproveitem muito essa disciplina, utilizem seus conceitos e de tudo que ela oferecer. A metodologia científica foi criada e existe até hoje para potencializar a vida dos seres humanos, trazendo novas formas de integrar processos e produtos.

Sobre o autor Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa:

Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa
Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa

Doutor e Mestre em Letras pelo programa de pós-graduação em Semiótica e Linguística geral da FFLCH-USP; Graduação em Letras (bacharelado e licenciatura), nas habilitações de Português e Linguística pela Universidade de São Paulo. É atualmente Professor Substituto no Instituto de Letras da Universidade de Brasília (UnB) e Revisor de ABNT da Universidade Aberta do Brasil, lotado no Centro de Educação a Distância da UnB. Membro da Academia Contemporânea de Letras (ACL), ocupando a cadeira 21, cujo patrono é Érico Veríssimo e do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo – GEL, desde 2010. Possui experiência em Língua Portuguesa, Linguística Geral, Semiótica, Análise do Discurso (AD-Francesa) e Estudos do Círculo de Bakhtin. Suas outras áreas de interesse são Ciências da Linguagem, Modelos de Ensino e Aprendizagem e Novas Mídias.

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4627-9989

C.V. Lattes: http://lattes.cnpq.br/1948149291517472

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *