fbpx
Fatos_blog
Conteúdos Paco,  Paco na Imprensa

CAPES investirá R$ 173,5 milhões em pós-doutorado

Começou nesta quarta-feira, 16, o prazo para apresentação de propostas ao Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Pós-Doutorado – Estratégico, que vai conceder 1.418 bolsas para até 709 projetos, com investimento que poderá chegar a R$ 173,5 milhões. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão as principais beneficiadas por essa nova iniciativa criada pela CAPES.

Edital nº 16/2022, com todos os detalhes do PDPG Pós-Doutorado Estratégico, foi publicado no Diário Oficial da União na última segunda-feira, 14. Os coordenadores dos programas de pós-graduação (PPG) stricto sensu do País têm até o dia 02 de maio para encaminharem seus projetos, aprovados pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. A iniciativa da CAPES contribui para consolidar cursos acadêmicos a partir da formação de pessoal qualificado.

“Com esse novo Programa voltado ao pós-doutorado, a CAPES pretende ampliar o conhecimento, a produção científica e a adoção de tecnologias para que os cursos se consolidem e contribuam para o desenvolvimento local, regional e nacional”, destaca Cláudia Queda de Toledo, presidente da Fundação. Com o PDPG Estratégico, 89% dos cursos da região Norte poderão ser atendidos. No Centro-Oeste e Nordeste, esse índice é de 80%. Outro objetivo da iniciativa é aumentar a eficácia na formação de mestres e doutores.

Serão destinadas bolsas de pós-doutorado a doutores que receberam o título há, no máximo, cinco anos. O edital tem como público-alvo 2.479 PPG acadêmicos em todo o País, entre emergentes, que começaram a funcionar a partir de 2013, e em consolidação, que receberam nota 4 ou inferior nos últimos dois ciclos avaliativos. O resultado final da seleção das propostas será divulgado a partir de 31 de agosto. Os projetos terão início a partir de setembro deste ano. Confira o edital.

Fonte: Gov.br

Achou interessante? Clique aqui para mais informações.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.