fbpx
Dicas_de_escrita_particípio
Conteúdos Paco,  Serviço

A diferença entre Interveio e Interviu

A conjugação dos verbos costuma gerar uma série de dúvidas. Nem sempre o que parece certo ao ouvido é correto na norma culta. Por conta disso, é importante saber conjugar os verbos de forma correta, especialmente em situações mais formais de uso da língua.

Hoje, a dica de português é sobre o uso de interveio/interviu. Você sabe quando é correto usar cada um? Fique por dentro da regra da norma culta e exemplos para não errar em sua escrita.

Interveio

“Interveio” é uma conjugação do verbo “intervir”. Mais especificamente, trata-se da flexão desse verbo em um tempo verbal primitivo, o pretérito perfeito do indicativo, na terceira pessoa do singular.

Esse verbo é derivado do verbo “vir”, tendo origem etimológica no latim “intervenire”, surgido da junção entre o prefixo “inter” (entre) e o verbo “venire” (vir). Dessa forma, a conjugação do verbo intervir tem como espelho a conjugação do verbo vir. Com base nessa regra, é possível compreender a forma correta do uso.

De fato, fica mais fácil entender a conjugação a partir do verbo vir. O correto do verbo intervir, na flexão acima mencionada, é “ele interveio”, assim como a mesma flexão para o verbo vir é “ele veio”.

Na conjugação do verbo intervir, portanto, o correto é “ele interveio”, e não ele “interviu”. Novamente, basta lembrar a regrinha acima: o certo para o verbo vir é “ele veio”, não “ele viu”.

Em outras formas nominais do verbo, como o gerúndio, a regra é a mesma. O certo para a terceira pessoa do plural é dizer que “eles têm intervindo”, e não “eles têm intervido”.

O significado de “intervir”, a partir da etimologia latina, é de forma literal “vir entre”, ou seja, interpor-se, mediar, ingerir, interferir, interceder, usar poder de controle sobre algo. Este é o significado mais comum da palavra. Munidos desses apontamentos, podemos utilizar exemplos para ilustrar melhor o emprego correto do “interveio”:

  1. O Banco Central interveio no mercado cambial.
  2. O vereador interveio durante a sessão.
  3. Seu pai não tem intervindo nas reuniões com professores.

Interviu

Por seu turno, “interviu” é uma conjugação do verbo “interver”. Da mesma forma que “interveio”, trata-se da flexão do verbo no pretérito perfeito do indicativo, na terceira pessoa do singular.

O verbo “interver” é formado com base no verbo “ver”. A origem etimológica da palavra é do latim “intervidere”, com a união do prefixo “inter” (entre) e o verbo “videre”, que é a segunda conjugação do infinito de “video” (“ver”).

Também nos baseamos na conjugação do verbo “ver” para a conjugação do verbo “interver”.

A flexão do verbo interver acima referida é “ele interviu”, da mesma forma como essa flexão para o verbo “ver” é “ele viu”.

Quando estamos falando do verbo interver, a forma errada é “ele interveio”, e a forma certa segunda a norma culta é “interviu”.

O verbo interver não é utilizado com tanta frequência, tendo como significado entrever, ver de forma distinta, prever um evento vagamente.

Veja alguns exemplos para consolidar a dica de uma vez por todas:

  1. Ela interviu alguma falsidade nas palavras dele.
  2. O vigário interviu tempos difíceis pela frente.
  3. O leitor interviu outro sentido nas palavras do autor.

Achou interessante? Acompanhe nosso blog para mais conteúdos!

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.