fbpx
10 DICAS PARA PLANEJAR SUA LEITURA EM 2021
Artigos

10 Dicas para planejar sua leitura em 2021


O hábito de começar o dia e já acessar as redes sociais, como o WhatsApp, é comum entre os brasileiros. Quando o assunto é em relação ao hábito de leitura, no entanto, a realidade é bem diferente.


Aliás, não somos nós que estamos falando isso. Os dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil mostram que, entre 2015 e 2019, o país perdeu 4,6 milhões de leitores.

Entre as pessoas que mais deixaram de ler, a maioria possui ensino superior. Na prática, a coordenação da pesquisa indica que, embora as pessoas aleguem falta de tempo para a leitura, a realidade é que sobra tempo demais para as redes sociais.


Estamos lendo menos, mas é possível mudar

A mudança de hábito, no entanto, não é uma tarefa fácil. A formação de bons leitores tem a ver tanto com os estímulos que a criança recebe, ainda no ambiente doméstico, quanto com os incentivos de professores e outros profissionais da educação.

O problema relatado pela pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, contudo, evidencia que os bons leitores da infância e da adolescência estão, aos poucos, perdendo esse hábito.

Inclusive, a classe A, que em tese teria maior poder aquisitivo para comprar livros, diminuiu a leitura. O percentual de leitura nessa categoria passou de 76%, em 2015, para 67% em 2019.

Se o problema relatado é a falta de tempo, então é possível reverter a situação. Pensando nisso, auxiliamos você a planejar o seu 2021 para incluir mais livros e mais conteúdo no seu dia a dia.


10 dicas essenciais para incluir a leitura no seu dia a dia em 2021


1 – Reveja seus hábitos e determine prioridades

Estamos acostumados a dizer que não temos tempo e, em partes, isso é verdade. No entanto, se formos analisar o tempo gasto em redes sociais, por exemplo, percebemos que perdemos tempo demais com futilidades.

Sim, é legal curtir as fotos de gatinhos, dos amigos e até discutir, de vez em quando, política. Mas quando fazemos dessas coisas a prioridade de nossas vidas, deixamos de lado a oportunidade de conhecermos assuntos novos e que, na prática, trazem conhecimento cultural.

Um relatório da consultoria App Annie, de 2020, mostrou que o brasileiro gasta 3 horas e 40 minutos, por dia, mexendo em aplicativos de celular. Reservado o tempo necessário para fazer transações bancárias e responder mensagens importantes, a probabilidade é que o restante do tempo seja destinado a rolar o dedo pelo celular à procura de nada.


2 – Faça listas para leitura

Provavelmente, você tem interesse em descobrir algumas obras, mas não sabe por onde começar. A solução, portanto, é estabelecer uma lista de todas os livros que você gostaria de descobrir e criar uma sequência de prioridades na leitura.

O próximo passo é adquirir os primeiros livros da lista. Se você é um leitor iniciante, opte por livros físicos, pois estes fazem você desviar o olhar das telas e se concentrar melhor.


3 – Monte um cronograma de leitura para 2021

Para 2021, você pode estabelecer a meta de ler de dois a três livros por mês. Caso consiga cumprir essa meta, é possível aumentar a quantidade de livros a partir da metade do ano.

A dica é determinar uma quantidade de páginas para ler todos os dias. Por exemplo, dez páginas podem parecer muito para uns e pouco para outros, mas é o suficiente para que você leia um livro de 150 páginas em 15 dias.


4 – Comece por temas que prendam a sua atenção

Se você nunca gostou de ler e se vê obrigado a começar a leitura por Machado de Assis, José de Alencar ou Gabriel García Márquez, por exemplo, esse começo pode ser muito difícil e até desestimulante.A solução, portanto, é escolher temas que despertam o seu interesse. Romances ou contos policiais são ótimas soluções para provocar o seu interesse pela leitura e deixá-lo mergulhado nos livros.Nesse caso, não há problema em começar pelos clássicos do suspense policial, tais como Agatha Christie, Edgar Allan Poe e Arthur Conan Doyle.


5 – Tente inserir contos e crônicas em sua lista de leituras

or serem narrativas curtas, os contos e crônicas são mais atraentes para algumas pessoas. O Brasil, inclusive, tem uma vasta variedade de cronistas, que relataram o dia a dia das cidades. Alguns deles, como João do Rio e Nelson Rodrigues, traduziram para os livros o bizarro que acontece no cotidiano e que, talvez, passe despercebido para muitos.


6 – Siga canais de resenha no YouTube

A gente pode não te convencer por completo, mas saiba que existem youtubers dedicados a resenhar livros. Ou seja, o YouTube não serve só para procurarmos receitas, dicas de como consertar as coisas ou instruções de maquiagem e produtos para o cabelo.O canal ‘Ler Antes de Morrer’, o canal da ‘Tatiana Feltrin – Ligando Livros a Pessoas’ e o canal da Paloma Lima, por exemplo, são algumas indicações de resenhas de livros que podem despertar a sua vontade para a leitura.As autoras desses canais costumam relatar suas experiências literárias. Enquanto você as visualiza narrando, pode ser despertado pela vontade de decifrar as obras das quais elas falam. Ou seja, o YouTube pode ser uma porta de entrada para a leitura.Em alguns casos, a resenha é tão mágica e cativante que você ficará empenhado em adquirir os livros resenhados logo na sequência.Vale ressaltar, porém, que esses são apenas alguns dos canais entre tantos outros. Você pode pesquisar outros para descobrir.


7 – Participe de clubes de leitura on-line

A gente disse que o brasileiro passa muito tempo nas redes sociais, mas que tal utilizá-las de forma funcional? Hoje, diversas pessoas promovem clubes de leitura on-line por meio de lives no Instagram ou, até mesmo, no YouTube.Com mais pessoas, é estimulante abrir um livro. Sem contar que a interação on-line pode ser a oportunidade de conhecer os próprios autores das obras, já que o mundo virtual diminui as distâncias.


8 – Visite bibliotecas e casas de leitura da sua cidade

Embora 2020 tenha sido um ano difícil em termos de sair de casa, em 2021 as coisas podem ser diferentes. Se na sua cidade a biblioteca municipal estiver aberta, visite-a. Estar em um espaço físico destinado à leitura pode ser inspirador.Caso não exista biblioteca, verifique se há casas de leitura Geralmente, são de tamanho menor e contam com um número menor de obras, mas permitem o empréstimo de livros.


9 – Transforme seu passeio no parque em um hábito de leitura

Sabe aquele passeio que você costuma fazer no parque ou em outro ponto turístico? Essa é uma oportunidade para colocar um livro na mochila e cultivar o hábito de leitura. Leve uma canga para se sentar ou qualquer outra toalha e aproveite o tempo gasto ali.Os parques geralmente são mais tranquilos e não possuem tanto barulho de carros. Também é possível usar fones de ouvido, sem nada tocando, apenas para isolar um pouco os ruídos externos, que podem causar distração.


10 – Tenha sempre um livro na bolsa ou na mochila

Se você vai para o trabalho de ônibus, por exemplo, o trajeto pode ser uma oportunidade para a leitura, bem como o horário de almoço. Além disso, carregar sempre um livro, como costumamos carregar o celular, faz com que você se sinta estimulado a abri-lo em qualquer lugar, como fila de banco ou ponto de ônibus.

De qualquer forma, é importante que o hábito de leitura surja aos poucos, com naturalidade. Não se force tanto e não se sinta frustrado caso demore muito para terminar um livro. Construa a rotina no seu tempo e, aos poucos, verá porque tem tanta gente que gosta de ler.


Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Um comentário

Deixe uma resposta para JG MOURA DE SANTANA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *