fbpx
Arte_fatos
Conteúdos Paco,  Paco na Imprensa

UFRN registra avanço na qualidade acadêmica

A despeito de crise orçamentária na rede de universidades federais e sanitária, marcada pela pandemia da covid-19, a UFRN avançou na qualidade acadêmica. É o que avalia a atual gestão da universidade, que completa três anos de trabalho e divulga números e conquistas alcançadas. De acordo com o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, uma das iniciativas de destaque foi a criação da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais (Felcs) no campus Currais Novos. Neste ano, a oferta de cursos foi ampliada na unidade após a criação da graduação de Engenharia de Produção. 

Outra ação importante, na avaliação do reitor, tem sido a melhoria da qualidade do ensino nos cursos ofertados. Esse esforço colocou a UFRN em evidência no último Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), em que mais de 77% dos cursos da instituição foram avaliados com conceito 4 ou 5 (consideradas notas de excelência) e o número de avaliações máximas mais que dobrou. No Índice Geral de Cursos (IGC) de 2019, divulgado em 2021, a UFRN lidera como a melhor do Estado e se consolida entre as cinco melhores do Norte e Nordeste.

Pesquisa

No âmbito da pesquisa, a instituição registrou, entre 2018 e 2022, um aumento de 29% no número de bolsistas pesquisadores e de Bolsas de Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O fomento na UFRN segue com a concessão de auxílios financeiros, bolsas de Iniciação Científica e de Iniciação Tecnológica para a execução de projetos de pesquisa, a fim de aumentar a competitividade nas chamadas futuras do CNPq.

Entre 2019 e 2022, foram investidos cerca de R$ 18 milhões em bolsas de Iniciação Científica e de Iniciação Tecnológica, com a concessão de 1,3 mil bolsas por ano, em média. No mesmo período, a UFRN fomentou diretamente em torno de 70 projetos, com a concessão de mais de R$ 2 milhões como auxílio à pesquisa. Além do fomento direto, os pesquisadores da instituição captaram mais de R$ 200 milhões, por meio da execução de projetos de pesquisa em parceria com instituições públicas e privadas.

Extensão e empreendedorismo

A extensão comemora a ampliação do número de editais publicados e a concepção de quatro projetos estruturantes, além da aprovação do Regulamento de Extensão da UFRN. O documento, aprovado neste ano pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), reúne as diretrizes e princípios, assim como define os aspectos da extensão no âmbito da UFRN, de modo a facilitar a consulta das normas pela comunidade em geral. A curricularização da extensão é outra importante ação, que tem sido implementada desde 2019 nos cursos de graduação da UFRN. Atualmente, 51% do total de cursos estão na fase final desse processo.

O programa Trilhas Potiguares, que promove a efetiva interação entre Universidade e comunidades de pequenos municípios do RN, retoma as atividades em 2022 após uma pausa de dois anos, em virtude da pandemia.

O apoio ao empreendedorismo progrediu a passos largos, por meio da Central de Empresas Juniores, vinculada à Pró-Reitoria de Extensão (Proex). Hoje em dia, a UFRN conta com 37 empresas juniores credenciadas e oito em processo de fundação, o que envolve aproximadamente 800 alunos e 45 professores tutores. Mais de mil projetos são executados anualmente por essas empresas, que, além de contribuírem para o desenvolvimento local e regional, enriquecem as competências empreendedoras dos estudantes.

Os avanços na área levaram a UFRN à posição de mais empreendedora entre as universidades do Norte, Nordeste, Sul e Centro-Oeste, conforme o Ranking de Universidades Empreendedoras da Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior).

Fonte: Tribuna do Norte

Achou interessante? Acesse o link e saiba mais.

Livros com 20%OFF

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.