fbpx
Outubro Rosa - Paco Editorial
Artigos

Outubro Rosa – A importância do exame!

O Outubro Rosa é um movimento que realiza campanhas de conscientização social sobre o câncer de mama e, de forma mais recente, o câncer de colo do útero. Com foco em educar as mulheres e orientar a sociedade em geral, o Outubro Rosa se tornou uma iniciativa de nível global.

As ações do movimento enfatizam a necessidade da realização do autoexame e do acompanhamento médico adequado no decorrer da vida da mulher. Além disso, também divulgam dados relevantes sobre a doença, com o intuito de prevenir e alertar os grupos de risco para a importância do diagnóstico precoce.

No entanto, o movimento vai além das campanhas de conscientização e também está associado à busca por serviços médicos de qualidade, luta por direitos, acompanhamento e suporte emocional e outras demandas dos pacientes diagnosticados com câncer de mama ou colo do útero.

O Outubro Rosa também desempenha um papel significativo ao abordar os fatores emocionais e psicológicos que cercam a doença, tanto para o próprio paciente, quanto para os seus familiares. A discussão de experiências de enfrentamento da doença, por exemplo, e o apoio de dados estatísticos que demonstram as chances de cura contribui para atenuar o medo do tratamento.

A importância do movimento Outubro Rosa

Durante o mês de Outubro, diversas organizações adotam medidas para incentivar a difusão do tema e encorajar a realização de exames médicos preventivos. As ações publicitárias empregadas por iniciativas públicas e privadas contribuem para chamar a atenção para a importância do exame e impulsionar a troca de informações e experiências.

Número de casos no Brasil

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), de todos os diagnósticos de câncer feitos no Brasil, o câncer de mama é o que mais atinge as mulheres, seguido pelo câncer de cólon e reto, e colo do útero. Só em 2020, os três somam 103.460 novos casos.

O INCA ressalta ainda que o diagnóstico precoce é essencial para ampliar as chances de cura. Em pacientes que são diagnosticados cedo, as chances de recuperação são estimadas em 95%. A mamografia é a principal ferramenta de prevenção e ainda não é realizada nos números ideais previstos a cada ano no Brasil.

Conscientização e diagnóstico precoce

De acordo com o Instituto, as campanhas do Outubro Rosa devem ser consideradas a partir de três pilares:A prevenção, para diminuir os riscos de desenvolvimento do câncer de mama;Diagnóstico precoce, para orientar a população no geral na identificação dos sintomas da doença e incentivar o autoexame frequente;Exame mamográfico, que deve ser realizado rotineiramente a partir dos 50 anos de idade.

A abordagem deve ser realizada partindo desses três princípios para evitar a percepção de que apenas o autoexame é o suficiente para prevenir a doença, por exemplo.

Além disso, apesar do mês de outubro ser conhecido como o mês da luta contra o câncer de mama, as iniciativas e esforços de conscientização devem ser mantidos ao longo do ano. Especialmente se tratando das organizações privadas e públicas que desempenham um importante papel no movimento.

Gostou deste post? Compartilhe!

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.