fbpx
Fatos_blog
Artigos,  Conteúdos Paco,  Imprensa

Oportunidades de estudo para candidatos brasileiros na Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra, em Portugal, disponibiliza uma página com informações dedicadas a candidatos brasileiros. O site traz as oportunidades de estudo disponíveis, tanto para graduação quanto pós também, dicas sobre estudar e viver em Coimbra, detalhes sobre prazos de candidaturas e, inclusive, a possibilidade de processo seletivo para ingressar via ENEM.

A UC é instituição pública, no entanto, como em muitos outros países, mesmo sendo uma instituição pública, os estudos não são gratuitos e os alunos pagam mensalidades/anuidades para frequentar os cursos. Seus cursos de licenciatura são equivalentes ao bacharelado no Brasil. Este nível de estudo fornece aos alunos conhecimentos de base nas áreas científicas do curso e competências instrumentais e sistêmicas importantes para a sua empregabilidade imediata ou para o prosseguimento de estudos de nível superior, especificamente de mestrado.

Há três prazos de candidaturas à Universidade de Coimbra: o primeiro período de candidaturas é chamado de 1ª fase e as vagas não preenchidas nesta 1ª fase são disponibilizadas no segundo período de candidaturas que é chamado de 2ª fase. O terceiro período de candidaturas é chamado de 3ª fase e nesta fase são disponibilizadas as vagas que não foram preenchidas na 2ª fase. Cada candidatura é um processo independente e o candidato pode candidatar-se a qualquer uma delas ou a ambas. Se se candidatou na 1ª fase e teve sucesso, não necessita de candidatar-se novamente. Se não teve sucesso na 1ª fase pode tentar outro curso na 2ª fase.

Todo o processo de candidatura e inscrição é virtual. Os candidatos selecionados só precisarão estar em Coimbra no início do ano letivo quando iniciam as aulas e é necessário a apresentação dos documentos. O ano letivo na UC inicia em setembro e termina em julho.

A Universidade de Coimbra recomenda que os estudantes obtenham o visto correto para fins de estudos em Portugal, uma vez que a regra diz que não se pode mudar o tipo de visto com o qual se entrou por um outro diferente, nem é possível pedir um novo, a não ser no país de origem.

Gostou? Clique aqui para saber mais!

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.