fbpx
Releases

Práticas socioeducativas em espaços escolares e não escolares

O Grupo de Estudos, Pesquisas e Extensão Fora da Sala de Aula, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e a Paco Editorial selecionaram, neste volume, textos de educadores sociais, professores da educação básica, do ensino superior e pesquisadores da área da Pedagogia e da Educação Social.

A partir de suas próprias experiências na área, os autores trazem reflexões bastante interessantes a respeito dos resultados obtidos em suas pesquisas e práticas socioeducativas, valendo-se de uma linguagem direta e objetiva, estabelecendo a comunicação necessária para que o leitor, de fato, assimile seu conteúdo.

O que é mais diferente na obra é a diversidade de olhares, as diferentes perspectivas de quem vivencia diariamente a realidade, a vulnerabilidade das pessoas envolvidas no processo socioeducativo.

O livro reúne tanto a parte teórica do assunto quanto a realidade prática de seus autores, colaborando, assim, na formação de novos professores e de educadores sociais, dando-lhes subsídios para encontrar suas próprias respostas.

Espaços Escolares e Não Escolares – reflexões mais do que pertinentes

Dividido em duas partes, o volume aborda os seguintes temas:

• Parte 1

Pedagogia Social e elementos fundamentais das práticas escolares compõem o tema dos textos desta parte. Aqui a ênfase está no espaço escolar.

Sendo assim, fala-se em jogos cooperativos, o período do contraturno escolar, as dificuldades que professores de Língua Portuguesa se deparam com alunos da etnia xavante, além da escola e seus lugares de representação. Isso, sem mencionar a pedagogia histórica e a prática educativa na área profissional e tecnológica.

• Parte 2

Seus textos apresentam situações concretas. Aqui a ênfase está no espaço não escolar.

Nessa parte, são abordados temas sobre o pedagogo no ambiente não formal, a formação de educadores sociais, a educação não formal, assim como a educação popular em saúde.

Além disso, há narrativas de mulheres sobre a violência obstétrica e de educadores sociais. Práticas socioeducativas coletivas e as contribuições da pedagogia social espanhola para a brasileira encerram a segunda e última parte do livro.

Uma pesquisa necessária

A obra não podia ter vindo em melhor momento, uma vez que os (des)caminhos da Educação Brasileira têm sido pauta de muitas conversas.

O intuito dos organizadores, ao publicar essa pesquisa teórica e de campo, é o de provocar novos questionamentos e posturas em todos os atores do processo socioeducativo, contribuindo para, juntos, encontrarmos a solução para esse problema que afeta uma parcela significativa do nosso país.

Sobre os autores

O trabalho foi organizado pelo Professor Arthur Vianna Ferreira, Doutor em Psicologia da Educação pela PUC/SP, Professor e coordenador do Gepe Fora da Sala de Aula – FFP na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Contribuíram como seus auxiliares dos pesquisadores Me. Marcio Bernardino Sirino e Ma. Patrícia Flávia Mota.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *