fbpx
7 dicas para escrever melhor
Artigos,  Conteúdos Paco

7 dicas para escrever melhor

Autor: Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa

Revisado por: Grabrielle Fontes

É hora de começar escrever mais e melhor. Vou te passar várias dicas para facilitar esse processo de escrita.

Preste bem atenção e vamos lá…

  1. Procure informações 

Procure saber as regras do jogo. Em outras palavras, informe-se sobre modelos e outros textos do mesmo gênero discursivo que você vai escrever.  Bons modelos trazem boas ideias para começar, para citar e para melhorar seu estilo de escrita.

  • Programe-se

Saber quanto tempo você tem para concluir tudo é importantíssimo. Crie cronogramas do que irá fazer por dia e siga à risca. Outra dica importante e que está sendo muito utilizado são aqueles caderninhos de Planner. Neles podemos criar rotinas dia a dia e deixar tudo mais organizado. Você poderia ter um Planner só para organizar o passo a passo de sua escrita. Já pensou que legal?

Contudo, não seja carrasco consigo mesmo, deixe brechas para dias que não conseguir produzir tudo o que havia planejado. Quando temos mais “liberdade” conseguimos ter uma noção melhor e mais clara de tudo.

  • Escolha um orientador

Mas além de ler materiais especializados sobre o tema, faça uma lista dos professores do seu curso e veja quais têm mais afinidade, principalmente afinidade com o seu tema. Alguns critérios são importantes para essa escolha, como criatividade e exigência. Como assim exigência, Prof. Marcos? Os professores mais exigentes te conduzirão a um trabalho mais denso e, portanto, exigirão mais tempo e esforço. Na verdade, eu acredito que na vida a gente deve se aproximar de pessoas que possam te cobrar a ser o melhor que você possa ser em qualquer sentido. Por isso, não tenha medo da exigência, mas sim da preguiça. 

  •  Busque um parceiro de estudos

Em alguns casos, há possibilidades de fazer a produção escrita em dupla ou em grupo. Se isso for possível em sua instituição, procure pessoas que você tenha mais intimidade e que sejam responsáveis com as suas metas. Se, no seu caso, o único responsável pela produção do texto é você, então busque um parceiro de estudos. Uma parceria comprometida pode gerar bons frutos. Não se prenda a escolher só amigos, queira pessoas ao seu lado que complementem as suas habilidades, pois é nesse intercâmbio de competências que nascem as melhores ideias. 

  • Escreva sobre o que você gosta

É importantíssimo que você escolha um tema que te deixe mais à vontade para discuti-lo. Estar animado para produzir um texto é o que poderá transformar todo o processo em algo prazeroso. Mas, não fique inventando temas surreais e complexos demais, será ruim para você e para sua nota final. Escolha algo que você consegue descrever e criticar, sem sentimentalismos ou generalidades. 

  • Embarque completamente na leitura

Pesquise e escolha bons autores sobre o assunto escolhido. Leia, leia e leia muito e analise todos os pontos de vista possíveis. Quando lemos bastante, temos bagagem o suficiente para falarmos sobre qualquer tema. Precisamos nos abastecer sempre de conteúdo para escrever. Um bom escritor é, inevitavelmente, também um bom leitor e vice-versa.

  • Nunca copie, faça citações conforme as normas da ABNT

Já existem sites que verificam a veracidade dos seus textos e é quase impossível que um plágio não seja detectado. Principalmente porque a grande maioria dos professores sempre está de olho nos mais recentes artigos sobre todos os assuntos que são pertinentes ao curso que ensinam. E se esses professores forem como eu que fica de olho em tudo, será muito mais difícil, fora que existem as normas da ABNT que ensinam como citar corretamente a autoria dos textos alheios inseridos nos trabalhos acadêmicos. Convenhamos que fazer o certo é o caminho mais simples!

Pois bem…

Comentei essas setes chaves valiosas para destravar seu processo criativo na hora de escrever! Em breve, eu darei mais dicas, fique de olho nas novas postagens, pois aqui é o lugar que todo universitário aprende sorrindo.  

Sobre o autor Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa:

Prof. Dr. Marcos Rogério Martins Costa

Doutor e Mestre em Letras pelo programa de pós-graduação em Semiótica e Linguística geral da FFLCH-USP; Graduação em Letras (bacharelado e licenciatura), nas habilitações de Português e Linguística pela Universidade de São Paulo. É atualmente Professor Substituto no Instituto de Letras da Universidade de Brasília (UnB) e Revisor de ABNT da Universidade Aberta do Brasil, lotado no Centro de Educação a Distância da UnB. Membro da Academia Contemporânea de Letras (ACL), ocupando a cadeira 21, cujo patrono é Érico Veríssimo e do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo – GEL, desde 2010. Possui experiência em Língua Portuguesa, Linguística Geral, Semiótica, Análise do Discurso (AD-Francesa) e Estudos do Círculo de Bakhtin. Suas outras áreas de interesse são Ciências da Linguagem, Modelos de Ensino e Aprendizagem e Novas Mídias.

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4627-9989

C.V. Lattes: http://lattes.cnpq.br/1948149291517472

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.