fbpx
Releases

Dez lições aos estudantes de Pedagogia, de Ligia de Carvalho

O dia a dia de um educador é cheio de desafios muito peculiares, que não fazem parte de outras profissões. Afinal, ao entrar em sala de aula, mais do que exercer uma função, o professor está influenciando e transformando vidas, um papel que exige muita responsabilidade.

Pensando nisso, Ligia de Carvalho Vercelli escreveu o livro “Dez lições aos estudantes de Pedagogia”. Ligia é graduada em pedagogia e psicologia, com especialização em psicopedagogia, doutora e mestre em educação.

Em seu livro, as dez lições que ela aborda em detalhes são as seguintes:

1. Não basta gostar de criança para ser professor;

2. O professor e o conhecimento sobre a linguagem oral e escrita;

3. Utilize o conhecimento prévio de seus alunos. Eles irão te surpreender;

4. A criança que apresenta dificuldade de aprendizagem necessita do seu apoio, não da sua repreensão;

5. Não delegue a outros profissionais a responsabilidade que é sua;

6. Reunião de pais como um espaço no qual eles possam refletir sobre a proposta pedagógica da escola;

7. O professor e a leitura da realidade pedagógica;

8. O professor e o desenvolvimento psíquico da criança;

9. O professor é o responsável pelo desenvolvimento emocional da criança pequena;

10. Sexualidade se discute e se aprende na escola.

A obra de Ligia perpassa os principais desafios que os educadores vivenciam em seu cotidiano, além de trazer orientações para melhorar o seu trabalho e, por consequência, aprimorar o desenvolvimento do aluno.

Os capítulos vão desde temas mais básicos, como o primeiro, que comprova claramente que o amor pela criança é apenas um dos muitos pré-requisitos que formam um bom professor; até o último e mais polêmico, que enfoca a importância de se discutir a sexualidade na escola, com alunos de idade apropriada e com uma abordagem didática e transparente, a fim de desconstruir tabus que em nada colaboram para o amadurecimento das crianças e adolescentes.

Outra seção que merece destaque é a terceira – Utilize o conhecimento prévio de seus alunos. Eles irão te surpreender. Nela, Ligia lembra que seja qual for a idade da criança, ela já chega à escola com vivências e experiências prévias. Utilizar esse repertório em favor da aprendizagem pode trazer resultados incríveis!

No sexto capítulo – Reunião de pais como um espaço no qual eles possam refletir sobre a proposta pedagógica da escola – a figura dos pais ou responsáveis pela criança aparece em destaque. O professor precisa ter consciência de que o pai não é educador (na maioria das vezes). Portanto, para que ele entenda a política pedagógica da escola e a importância das atividades que são desenvolvidas, alguém precisa estar disposto a conversar sobre o assunto. Essa também é função do professor.

O professor também precisa estar atento ao que acontece à sua volta, observando as necessidades de cada aluno, as dificuldades pessoais, o método de ensino que funciona melhor. Tudo isso é explorado no sétimo capítulo – O professor e a leitura da realidade pedagógica.

Para os estudantes de pedagogia e mesmo os profissionais formados, essa é uma leitura obrigatória.

Fundada em 2009, é uma editora voltada para a publicação de conteúdos científicos de pesquisadores; conteúdos acadêmicos, como teses, dissertações, grupos de estudo e coletâneas organizadas, além de publicar também conteúdo técnico para dar suporte à atuação de profissionais de diversas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *