Estudantes,  Institucional,  Notícias Acadêmicas,  Pesquisadores,  Professores

As Relações Diplomáticas entre Brasil e Uruguai (1931-1938)

O livro As Relações Diplomáticas entre Brasil e Uruguai (1931-1938) – O Brasil de Getúlio Vargas visto pelo Uruguai de Gabriel Terra, lançado em 2017 pela Paco Editorial, traz aos leitores diversos dados históricos sobre o relacionamento político entre o nosso país e seu vizinho do extremo-sul.

Em 236 páginas de conteúdo histórico e político, Rafael Nascimento Gomes aborda como era a relação entre os presidentes dos dois países sul-americanos na época retratada. Ele também mostra como esse contato trouxe significativas mudanças aos dois lados, as quais podem ser analisadas e discutidas ainda nos dias atuais.

A obra é um apanhado geral e uma análise da história política que movimentou a região do Rio da Prata, sobre o qual desembocam os rios Paraná e Uruguai. O subtítulo do livro – “O Brasil de Getúlio Vargas visto pelo Uruguai de Gabriel Terra” – é uma alusão aos dois presidentes em exercício na época (1931-1938) e que travaram relações neste período.

O livro é dividido em três capítulos: “Antecedentes das relações entre Brasil e Uruguai”; “O Brasil de Vargas visto pelo governo constitucional de Terra (1931-1933)”; e “O Brasil de Vargas visto pelo governo ditatorial de Terra (1933-1938)”. Estes são separados em subcapítulos, que traçam uma trajetória do relacionamento político entre os dois países.

Mais do que apenas demonstrar a relação e os fatos históricos que marcaram aquela época, Rafael prioriza a visão do nosso vizinho em relação às políticas internas e externas adotadas pelo então presidente brasileiro Getúlio Vargas.

O autor, porém, deixa clara a importância do Brasil para o desenvolvimento político do Uruguai, da mesma forma que demonstra o quanto esse vizinho foi importante para o nosso país.

Partindo de um período marcado por ditaduras em ambos os países, o autor traça a trajetória histórico-política dessas nações até os dias de hoje, marcados pela democracia.

Francisco Doratioto, historiador brasileiro, destaca que o livro aqui em análise é uma obra capaz de sintetizar a história política dos dois países em relação ao Rio da Prata e abrir o caminho para novos estudos sobre o tema.

Rafael Nascimento Gomes é professor, historiador e mestre em História pela Universidade de Brasília (UnB). Por estar muito ligado à história política e social não só do Brasil, mas da América Latina, ele busca entender, por meio de seus estudos, as relações entre Brasil, Uruguai e Argentina, bem como a história do Rio da Prata.

Atualmente, Rafael realiza a sua pesquisa de doutorado no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB).

O autor também é membro do Núcleo de Estudos Latino-Americanos (Irel/UnB) e, paralelamente, às pesquisas sobre o continente sul-americano, atua como professor em escolas privadas, cursinhos pré-vestibulares e instituições de ensino superior.

Compre agora o seu exemplar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *